sexta-feira, 18 de março de 2011

Siga a estrada de ladrilhos amarelos

"– Sempre é bom começar pelo começo… Dorothy, siga a estrada de ladrilhos amarelos.
– Mas o que acontece se eu for por outro caminho?
– Dorothy, siga a estrada de ladrilhos amarelos!"



Dorothy está me perseguindo... hj pensei nos ladrinhos amarelos várias vezes, talvez pq eu mesma estou procurando meu caminho, perdida no mundo de Oz...

Lembro quando vi O Mágico de Oz pela primeira vez, era um Ano Novo de 1900 e bolinha, o filme era a grande atração da Globo, na data minha irmã havia acabado de nascer e minha mãe ainda estava repousando da dieta, foi um Ano Novo que passei assistindo só eu e meu pai, na sala da nossa casa no Conjunto Saturno e eu fiquei triste e chorei porque minha mãe não podia tomar champagne e estava de cama.

Mais tarde ainda revi com a minha irmã, na mesma tv Philco de caixa de madeira, preto e branco. O que quer dizer que só vi que o filme era Techinocolor, uma inovação para o ano que foi lançado nos cinemas 1939, muito mais tarde. Quando assisti pela enésima vez, agora numa tv novinha e à cores, fiquei meio frustrada que o filme começa em preto e branco...



e só quando a Dorinha, chega em Oz é que ele fica colorido.

Mas todo mundo lembra de O Mágico de Oz ( The Wizard of Oz ), não existe lista de clássicos sem ele, o enredo é simples: Dorothy é levada para uma terra mágica longe de sua casa em Kansas, lá ela deve encontrar seu caminho para o Mágico de Oz para que ele possa ajudá-la a voltar para seu próprio tempo e sua própria vida. Ao longo do caminho ela encontra vários personagens, alguns bons, outros ruins, cada um ajudando o seu progresso ao longo da jornada para encontrar o Bruxo, o espantalho que precisa de um cérebro, um homem de lata que precisa de um coração e um leão que precisa de coragem.
Não preciso dizer que Judy Garland é a perfeita Dorothy, inimitável, inigualável... é um filme perfeito, atemporal. Tem a Bruxa má do Oeste,

















a bruxa de todas as bruxas, assombrando os sonhos de todas as crianças para sempre... e Dorothy, como toda garota que se preza, ainda tem lindos sapatinhos vermelhos mágicos.















Vale a pena seguir pela estrada de ladrilhos amarelos mais uma vez...

Follow the yellow brick road...

7 comentários:

  1. Show... eu vi pessoalmente esses sapatinhos e tiramos fotos durante uma visita na UNIVERSAL STUDIOS. Continuam cintilantes.

    intepz,

    JOPZ

    ResponderExcluir
  2. sério? que legal, e qual é o tamanho deles? a Judy parecia ser tão pequenininha...

    ResponderExcluir
  3. OPAZ, isso não sei dizer, vou consultar a Rubi quando ele voltar aki para a B1B...

    JOPZ

    ResponderExcluir
  4. OPA eu sou a irmã que nasceu no ano em Dorothy chegou as tvs Tupiniquins...kkk Qdo vi pela 1ª vez não conseguia perceber a diferença nos ladrilhos pq nossa tv era PB...rs Só muito mais tarde que consegui ver o amarelo dos ladrilhos, e o belíssimo vermelho do sapatinho da Dorothy, e que a Bruxa do leste era verde, e o vestido da Fada...nossa sem dúvida esse filme é um marco!!!

    ResponderExcluir
  5. Para constar minha irmã se chama Viviane e não Anonymous...rs, obrigada por postar maninha.

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog, tbm sou viciada em filmes, vou dar uma olhada por aqui pois acabei de chegar e quero ver tudoo...rsrs

    Josie

    ResponderExcluir
  7. O Magico de Oz eh o nosso tema de fim de anoo no Colégiioo... estou amando fazer essa peça com as crianças, acredito que ficar lindo!!!

    ResponderExcluir

Comente, critique, vaie, elogie... tudo é válido mas se manifeste, please?